sábado, 27 de agosto de 2011

Retrospectiva - Férias de "inverno" parte 1

Postado por Hellen às 10:50
Post atrasado 2 semanas, mas faz de conta que não hein.
Férias de meio de ano é aquele mês para você recompor suas energias para o próximo semestre. Você não faz nada de emocionante a não ser morgar, assistir filmes, séries e ler livros no maravilhoso mundo do seu quarto. Só que dessa vez a preguiça tava TÃO grande que o saldo não foi lá dos maiores, mas bora lá:


Séries: The Glee Project e Switched at Birth



Começando pela maior zebra do verão americano:



The Glee Project [encolhe a barriga Alex]


Ninguém dava nada em The Glee Project, eu não dava nem um bigbig em The Glee Project, mas tava de férias, é uma reality de música, a série passa no pior horário da semana inteira(domingo a noite). Então...por que não?

De uma maneira inexplicável, assim como você cai por acaso em The Glee Project acaba até gostando e seguindo até o fim. O programa começa com 12 participantes e um deles vai ser o novo integrante de Glee por 7 episódios. Só que a série consegue ter algo melhor do que a maioria desses reality shows de música que estamos acostumados: uma edição decente que faz você se envolver mais com os participantes, começando aquela coisa de "não suporto fulano e amo cicrano".Além disso The Glee Project virou o verdadeiro "samba do crioulo doido": Era Ryan Murphy e sua trupe sambando na cara da sociedade enquanto os participantes sambavam na cara do Ryan Murphy. A loucura era tanta que no meio você desiste de entender o que é que o Murphy quer.Juntando a loucura de Ryan Murphy, Zach (o coreógrafo que esculachava todo mundo), Roberth (o diretor de elenco que passava 24 horas sorrindo) e Nikki (a produtora musical e mais surtada que o Murphy, em uma semana ela te amava na outra você era o preguiçoso sem versatilidade que devia ir para berlinda) ainda tinhamos os participantes que variavam de gente que se achava o lixo "eu com certeza vou para os 3 piores hoje", a superegos de "eu nem sinto isso como uma competição não vi obstáculo nenhum até agora" "fulano só ganhou a prova porque eu deixei". Meus preferidos nesse meio eram Damian e Marissa. Mas como sempre para quem eu torço nessas coisas são eliminados, nem tava botando muitas fichas. Daí que Marissa foi logo a 6ª eliminada. E Damian foi a maior zebra dentro dessa zebra, sendo levado aos trancos e barrancos até o final, escapando da "morte" certa no 7° episódio em que seu BFF e broromance Cameron, resolveu dá na cara de Ryan Murphy e pedir pra sair, deixando o Murphy sem "chão, céu e ar". O senhor Murphy ficou tão desnorteado que acabou jogando o "MAS EU JÁ ESCOLHI VOCÊ PARA GANHAR, VOCÊ NÃO PODE IR EMBORA", não nessas palavras mas deu para entender[nota: o 7° episódio TODO é hilário, com o tema de sexuality não podia dá em outra coisa]. Mas Damian mesmo não sendo "o melhor ator, cantor...zzz" era o mais cativante e amor daquele grupo todo: TODO MUNDO AMAVA O DAMIAN e suas sobrancelhas dançantes.


Seduzindo a sociedade



Diante disso Ryan Murphy deu seu braço a torcer e chegamos a:




...Damian you also won the glee project



No final Ryan Murphy achou que era Natal e resolveu dá prêmio a todos os finalistas. Com The Glee Project aloprando do primeiro ao último episódio, mas não me arrependo de ter acompanhado. No fim das contas foi muito mais divertido do que eu imaginava rendendo altas risadas, e fora que os clips produzidos por episódios eram muito bem feitos. Meu favorito foi o Mashup de "Under pressure" com "Ice Ice Baby", ver os participantes se matando enquanto se afogavam, congelavam e engoliam raspadinhas foi awesome:




Switched at Birth






A série mais fofinha do verão americano, a que faz você ficar "owwwwn". Comecei a assistir depois por indicação da Nanda do wanna be nerd e agora super recomendo. SaB é sobre a vida de Daphne e Bay, duas garotas trocadas no nascimento. Bay é criada pela tradicional família rica, e Daphne é criada pela mãe latina solteira no subúrbio, além de Daphne ser surda. Quando a troca é descoberta as meninas já estão com 15 anos e as famílias tentam começar a conviver, para começarem a se conhecer. O fator diferente tratado na série é a surdez, e o legal é que não é feito de uma forma "coitadinho" que as novelas insistem em tratar qualquer deficiência. Daphne é uma surda muito bem resolvida e ainda tem o seu BFF Emmett que é a fofura mór da série. Emmett defende seu orgulho surdo de uma maneira ímpar, e o melhor é ver ele trollando pessoas babacas. Assiste gente. Até agora só tem 10 episódios, e quando terminar você vai querer aprender a língua de sinais. O único lado negativo é: esperar até 2012 para continuar =(.


3 comentários:

Kari on 28 de agosto de 2011 11:32 disse...

HAHAHAHAHAHAHA! OMG! Eu amo essas gifs <3
E vou dar uma chance a SaB... ou espero vc vir em janeiro e a gente assiste "junta"? XD

Nanda Grubstick on 30 de agosto de 2011 06:48 disse...

Eu amo TANTO! Essas duas, mas você sabe que por SaB sou LOUCA, adoro tanto, e no momento é minha série preferida <3
Que bom que você gostou da indicação, e eu gostei da sua foto inspirada no Emmett hahaha
bjo :*

Nanda

Camilla Barbosa on 23 de outubro de 2011 17:15 disse...

Não tive oportunidade de assistir The Glee Project e esse outro nem sabia dele, rs.

Milla Ox~
http://sogorgeousgirl.blogspot.com

 

Better than candies Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez