terça-feira, 27 de abril de 2010

Caderno icons-Glee

Postado por Hellen às 15:29 19 comentários
Olá pessoas eu ainda vivo e não abandonei este blog, juro. Post diferente hoje, de novo. Porque continuo sem tempo de ler/fazer resenha, mas tô tentando fazer o possível para manter a vida aqui.
Com a volta de Glee me deu vontade de personalizar o meu caderno. E aqui vão minhas dicas de como fazer você mesmo =DDD.
Bem eu sempre gostei dessas coisinhas fofis chamadas de icons. Icons são pequenas imagens (100 px X 100 px), um certo tipo de "arte" em miniatura, muito popular no livejournal, em que você pode colocar desde uma simples frase, até super imagens com mensagens, do que você quiser, sobre o que você quiser. Não sei se fui muito clara, mas para você entender de vez é só jogar no google "icons + alguma coisa" que você vai ver do que se trata.
E aí veio a idéia de por que não carregá-los aonde eu for? Daí eu fiz meu primeiro caderno icons no ano retrasado, vou colocar a foto dele ao final do post. E esse semestre me deu vontade de fazer um temático, de algo que tanto gosto e makes me happy = Glee.

Então vamos ao que interessa, você vai precisar de:
um caderno
cola
150 icons
papel contact
e tesoura sem ponta/elianadedinhos

Primeiramente você vai precisar revelar os seus 150 icons.
Para isso você pode colocá-los em um arquivo em branco 10X15cm, que é o tamanho de uma foto normal. Se eu não estiver errada, cabem uns 14 icons por "foto", eu fiz a burrada de colocar somente 10 e lá se vai mais dinheiro em mais foto ¬¬.
Após a revelação seus icons estarão assim:

Aí entra você e sua tesourinha em ação, cortar icon por icon. Chegará então neste ponto:
o cachorro azul preste a ser coberto =x.

Bem aí vem a parte melequenta de você colar um por um, você vai notar que eles não ficam certinho na altura do caderno, então terá que cortar alguns para completar o rodapé:


Agora só falta uma etapa. Para evitar que tudo despenque, arranhe e afins. Você só deve passar o papel contac que fica tudo lindo e tcharam digam olá ao caderno que você nunca vai cansar de olhar. Sério até hoje olho pro meu do ano retrasado com um orgulho.
Capa

contracapa
E do ano retrasado foi esse:




Só que nesse eu fiz uma mistura, coloquei de tudo que eu gostava, e uns que achava bonito.

Bem pessoas é isso, espero que tenham gostado. E caso façam algum me mandem o link, please =D.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Top 5 - Haley Joel Osment

Postado por Hellen às 12:46 4 comentários
Gente so sorry pelas teias aqui. Mas é a faculdade que não me deixa fazer nada, e como nas últimas 5 semanas a única coisa que eu li foi bula de remédio resolvi criar uma nova Tag para o BTC, o Top 5 Better than candies. Sabe aquilo que é ainda melhor que ovo da páscoa vai ganhar um top aqui. Resolvi começar pelo Haley porque ela já foi meu ator favorito, até ele sumir no mapa e não termos mas um único filme nem pra sessão da tarde. Mas nos seus momentos de glória ele fez vários filmes brilhantes. Aqui vão meus 5 favoritos:


5° lugar - Lições para toda vida (Secondhand Lions)
(2003)

Lições para toda vida não é nem de longe o melhor filme e nem atuação de Haley, mas foi o último que ele fez e eu assisti. O filme se passa na década de 60, Walter (Haley Joel Osment) é um adolescente. Sua mãe resolve se jogar em Las Vegas e deixar Walter na fazendo dos tios. Tios esses que tem uma fama não lá muito boa, sobre um fortuna que guardam escondida no quintal e como tentam espantar os interesseiros com tiros e armadilhas. Walter de início tem muito receio e acaba se tornando mais afastado mas com o passar do tempo ele acaba quebrando esse gelo e descobrindo faces destes tios que o mundo desconhecia, como diversas aventuras de seu passado que conseguem ser emocionantes :).

4° lugar - A Corrente do Bem(Pay It Foward)
(2000)


Em A corrente do bem o professor de Estudos Sociais (Kevin Spacey) da turma da 7ª série pede que cada um deles pensem em uma idéia de como se poderia ajudar a mudar o mundo. A melhor idéia vem de Trevor (Haley Jol Osment). A idéia é ajudar três pessoas e cada uma dessas três pessoas teria que acabar ajudando mais três pessoas, e assim era feita a corrente do bem. Durante o filme nós vemos diversas histórias de pessoas que estavam no buraco e que a simples preocupação do outro pode lhe trazer de volta vida. Resumindo o espírito do filme é mostrar que um simples ato nosso em ajudar o próximo pode sim mudar o mundo.

3° lugar - A.I. - Inteligência Artificial (Artificial Intelligence: AI)
(2001)


A.I. se passa em um futuro muito distante, em que o nível dos mares já se elevou, com isso o estilo de vida também e ainda temos andróides no meio de humanos. Um cientista após perder seu único filho resolve então criar um novo andróide com todos as características de seu filho perdido, inclusive a capacidade de amar, pensar e sentir. Um outro casal, Mônica e Harry Swinton, que estava prestes a perder seu único filho resolve adotar o primeiro dessa linhagem de andróide com sentimentos, e este é David(Haley Joel Osment). A partir do momento que robô é ativado ele passa a reconhecer Mônica como sua mãe e a amá-la como tal. Mas nisso o filho do casal volta a vida e em um acidente com o garoto, David acaba levando a culpa (injustamente) e sendo considerado uma ameaça para a família. O que faz então que o menino seja abandonado no meio da floresta. Durante o filme David tem que lutar pela sua sobrevivência, fugindo de pessoas que querem a destruição das máquinas e ainda tentar realizar o seu sonho de virar um menino de verdade (Pinóquio feelings XD) porque assim ele acredita que sua mãe o amaria. Mas ele não vai sozinho em sua jornada, ele ainda conta com a companhia de Joe( Jude Law ♥_♥) um andróide que foi criado para se prostituir, e Ted um ursinho de pelúcia que também tem pensamentos autônomos. O filme é uma mistura de ficção científica, contos de fadas e um bom drama.

2° lugar - Os anjos da guerra
(Edges of the Lord)
(2001)


Os anjos da guerra se passa na Polônia em 1939, ou seja em plena segunda guerra mundial. Haley aqui é Romek um garoto judeu de 11 anos que acabou de ser separado da família antes de todos serem mandados para o campo de extermínio. Seu pai o ensinou a rezar e tudo mais para que pudesse passar despercebido morando junto a uma família católica em um vilarejo. Ele chega até lá escondido em um saco de batatas e é acolhido por todos menos pelo filho mais velho da família que tem grandes ciúmes dele. Romek começa a ser catequizado e cria alguns amigos com o passar do tempo, mesmo que alguns ainda não aceitem sua presença e queiram denunciá-lo aos guardas. Os anjos da guerra me cativou porque mostra a inocência das crianças principalmente do pequeno Tolo, o filho caçula da família, e como elas são completamente esquecidas e marginalizadas em uma guerra. O slogan do filme já diz tudo "Na guerra não existem crianças", é impossível não se emocionar.

1° lugar - O Sexto Sentido (The Sixth Sense)
(1999)


Mesmo que você nunca tenha assistido deve conhecer a tão famosa frase "I see dead people". O Sexto Sentido é um do meus filmes favoritos de todos os tempos, foi como eu conheci o Haley e como o mundo também o conheceu, se você reparar é o único poster em que o nome dele não aparece. Isso porque pagaram milhões para o Bruce Willis ser "O" protagonista mas ele acabou sendo ofuscado pelo garotinho que via gente morta. O Sexto sentido conta a história de Cole Sear(Haley Joel Osment) um garoto de 9 anos que vê mortos em tudo quanto é lugar, não tem um bom relacionamento na escola e apresenta marcas de machucados em todo corpo, que então vai ser tratado pelo psicólogo infantil Michael Crowe ( Bruce Willis). O que o psicólogo de início acreditava ser uma esquizofrenia acaba se mostrando no decorrer do filme algo muito mais real que um distúrbio neurológico, chegando a um final surpreendente. O que eu mais gosto em O Sexto Sentido é que eles utilizaram simples reações que nós temos diariamente como um simples arrepio no pescoço, ou quando se tem uns ventos frios do nada que nos fazem arrepiar por um segundo, para explicar o que o menino via mas nós não. O filme segue uma seqüencia lógica que faz com que ele não tenha nenhum furo em seu roteiro, você pode reassisti-lo mil vezes que você não encontra uma falha. É daqueles suspenses que você fica grudado na cadeira até o fim.


E vocês já assistiram algum desses? Tem algum outro favorito dele que não está aqui? Ou sugestões para outro top aqui? Sintam-se bem a vontade :).

 

Better than candies Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez