domingo, 24 de julho de 2011

A Solidão dos números primos - La solitudine dei numeri primi (2008)

Postado por Hellen às 16:12
Mattia tinha estudado que entre os números primos existem alguns ainda mais especiais. Os matemáticos os chamam de primos gêmeos: são casais de números primos que estão lado a lado, ou melhor, quase vizinhos, porque entre eles sempre há um número par, que os impede de tocar-se verdadeiramente.
Mattia achava que ele e Alice eram assim, dois primos gêmeos sós e perdidos, próximos, mas não o bastante para se tocar de
verdade.







Dois infelizes acontecimentos na infância de Alice e Mattia acabaram definindo todo o resto de suas vidas. É incrível como qualquer coisa mais marcante que aconteça nessa fase da vida acaba nos definindo mais do que caso a mesma coisa aconteça em um momento em que estivermos um pouco mais velhos.
Alice odiava esquiar mas seu pai a obrigava, queria que ela fosse uma grande campeã. A única coisa que Alice ganhou foi uma deficiência em uma das pernas que a acompanhou pelo resto da vida. Mattia tem uma irmã gêmea, Michela. Mattia é um gênio, Michela está muito longe de qualquer genialidade.Ela tem uma deficiência e passa a maior parte do tempo "viajando" ou tendo "ataques" e por isso as outras crianças não gostam dela e a querem ver de longe, o que faz de Mattia seu protetor durante todo o tempo. Mas no dia em que Mattia resolve pensar mais em si mesmo, acaba ocorrendo o sumiço de Michela.
Mattia nunca se perdoou e Alice nunca perdoou o pai. Ele começou a repelir o mundo, se isolando de tudo e tendo alguns ataques suicidas cortando a própria mão. Ela começou a tentar a ser aceita por um mundo que só a repelia. Depois da infância trágica eles se conhecem na adolescência é neste momento em que começa o enredo dos dois mesmo. De uma forma engraçada que ninguém sabia explicar eles se completavam perfeitamente, mas sempre tinha uma barreira invisível que os impedia de se unirem que nem eles mesmo sabiam explicar. Durante o livro acompanhamos Alice e Mattia, seu encontros e desencontros até a vida adulta.
Não é propriamente uma história romântica, na verdade tá bem longe disso. É mais uma história da vida como ela é mesmo. A leitura é super tranquila. E se não engano é o primeiro livro italiano que eu leio (acho super válido que as editoras também procurem trazer livros que não sejam sempre os de língua inglesa). E no desenrolar da história nós encontramos aqueles típicos personagens que a gente convive ou já conviveu na nossa própria vida. Até os números primos gêmeos como Mattia e Alice(na verdade teve uma época que por conflitos internos eu mesma me sentia um deles). Isolados e tão deslocados de todo mundo que os circunda. O livro não tem nenhuma super reviravolta, mas ainda assim não fica cansativo com a leitura.
Antes de fazer o post descobri que teve o filme italiano ano passado. Vou procurar para assistir futuramente. Deixo aqui o trailler a quem interessar, mas só achei com legenda no português de Portugal,ou então se joga no italiano quem pode =).

Nota:

1 comentários:

Elaine Alves on 25 de julho de 2011 16:01 disse...

Adorei sua resenha... ostei do ponto q vc incentiva ler outras coisas, fora do inglês.
Não sabia que tinha filme.. se achar quero ver tb.
Me interessei por ele qdo li a sinopse ano passado.. agora o interesse voltou depois da sua resenha. :D

 

Better than candies Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Emocutez